Trabalhos 2018-2019

Vídeo-Campanha (secundário, profissional e superior)

Escola Básica e Secundária Dr. Serafim Leite (São João da Madeira)

Vídeo:

Clique aqui para ver o vídeo na página do YouTube.

Autores:
Alunos do 12.ºF Curso Técnico Profissional de Audiovisual e o Prof. Manuel Fonseca

Idade dos alunos:
Idades compreendidas entre 18 e 19 anos

Metodologia utilizada para a elaboração do projeto/trabalho:
Inicialmente a turma desenvolveu um trabalho exaustivo de pesquisa sobre a problemática dos Óleos Alimentares Usados (OAU) e a respectiva análise da informação. Em seguida, os alunos acolheram o projeto, começando por ter ideias para o concretizar, rejeitando ideias e propondo novas, sempre pensando no projecto (brainstorm).
Elaboraram um guião técnico com todas as suas partes integrantes, após esta elaboração, os alunos prosseguiram para a criação dos respectivos personagens e cenários, fotografados com a devida movimentação, tendo em conta a iluminação correta para o efeito para assim conseguir juntar os elementos e organizar o Stop Motion/Animação vectorial. Realizaram igualmente cenários virtuais em desenho vectorial os quais jogaram em simbiose com os anteriores (personagem).
Edição de todas as imagens para a criação do Stop Motion/Animação vectorial, por fim, sendo
transversal a todo o projecto criou-se a sonoplastia com gravações e download de áudios da fonte FreeSound.
Guião: O destino usual dos óleos alimentares usados (OUA), resultantes da confeção dos alimentos, é o saneamento público. Assim vão parar às ETAR onde a sua remoção é difícil e dispendiosa. Advém, pois, o seu negativo impacto nos ecossistemas aquáticos, nomeadamente nos oceanos. Nos casos em que não existe nenhum sistema de recolha (da Câmara, de uma entidade gestora de
resíduos ou de uma superfície comercial), devem colocar-se os OAU no lixo indiferenciado, devidamente fechados numa garrafa de plástico. O ideal para preservar o ambiente é efetuar a recolha seletiva; separação que proporciona o aproveitamento de uma matéria-prima, dado que os OAU possuem um elevado potencial de recuperação, podendo ser aproveitados para a produção de sabão ou de biodiesel. No final surge a imagem de um automóvel a abastecer-se de biodiesel,
cujos índices de emissão de dióxido de carbono para a atmosfera terrestre podem chegar a menos de 80% dos do gasóleo. Desta forma pretendemos também chamar a atenção para o facto de todas as pequenas ações, individuais serem o motor de uma efetiva sustentabilidade do planeta Terra: Reciclar e Preservar começa em casa!

Avaliação:

1 - Interesse do desafio proposto para a compreensão da problemática inerente à correta deposição de óleos alimentares usados:

2 - O desafio suscitou a pesquisa e debate sobre o tema?

3 - Principais aspetos positivos:
Promoção do conhecimeto dos alunos sobre a poblemática e integração da realização do desafio na lecionação dos conteúdos programáticos do curso.

4 - Principais aspetos menos bons (negativos):
Nada a salientar

5 - A escola faz a recolha de óleos alimentares usados? Se sim, explique como e desde quando:

Se sim, explique como e desde quando:
A escola tem dois oleões e a recolha é feita em articulação com o concurso 100% resíduos do Projeto Educativo Municipal. Esta recolha foi iniciada à cerca de 8 anos a esta parte.

6 - Conseguiu perceber que percentagem aproximada das famílias dos seus alunos fazem o correto encaminhamento dos óleos alimentares usados?

7 - O trabalho realizado foi ou será divulgado na escola para aumentar a consciencialização sobre esta temática?

Se sim, explique como:
Para já vai ser publicado no facebook do agrupamento e na TV Serafim disponibilizada na página inicial do agrupamento.
Para o próximo ano pensamos usar em campanhas de sensibilização/ aulas de Educação para a Cidadania

8 - Gostaria de voltar a participar noutro desafio sobre este tema?

Se sim, de que tipo?
Criação de jogos, cartazes,...

9 - Outras sugestões para tratar esta temática:
Criação de jogos, cartazes,...

COORDENAÇÃO

PARCERIA